sexta-feira, 7 de março de 2014

Música na Antiguidade (Recortes)



          
         Muitas obras de arte da Antiguidade mostram músicos e seus instrumentos, entretanto não existem conhecimentos sobre como os antigos faziam seus instrumentos. Apenas umas poucas peças completas de música da Antiguidade ainda existem, quase todas do povo grego.
            Egito - Por volta de 4.000 a.C., as pessoas batiam discos e paus uns contra os outros, utilizavam bastões de metal e cantavam. Posteriormente, nos grandes templos dos deuses, os sacerdotes treinavam coros para cantos de música ritual. Os músicos da corte cantavam e tocavam vários tipos de harpa e instrumentos de sopro e percussão. As bandas militares usavam trompetes e tambores.
            Palestina - O povo palestino provavelmente não criou tanta música quanto os egípcios. A Bíblia contém a letra de muitas canções e cânticos hebraicos, como os Salmos, onde são mencionados harpas, pratos e outros instrumentos. A música no templo de Salomão, em Jerusalém, no século X a.C., provavelmente incluía trompetes e canto coral no acompanhamento de instrumentos de corda.
            China - Os antigos chineses acreditavam que a música possuía poderes mágicos, achavam que ela refletia a ordem do universo. A música chinesa usava uma escala pentatônica (de cinco sons), e soava mais ou menos como as cinco teclas pretas do piano. Os músicos chineses tocavam cítara, várias espécies de flauta e instrumentos de percussão.
            Índia - As tradições musicais da Índia remontam ao século XIII a.C.. O povo acreditava que a música estava diretamente ligada ao processo fundamental da vida humana. Na Antiguidade, criaram música religiosa e por volta do século IV a.C. elaboraram teorias musicais. Os músicos tocavam instrumentos de sopro, cordas e percussão. A música indiana era baseada num sistema de tons e semitons; em vez de empregar notas, os compositores seguiam uma complicada série de fórmulas chamadas ragas. As ragas permitiam a escolha entre certas notas, mas exigiam a omissão de outras.
            Grécia - Os gregos usavam as letras do alfabeto para representar notas musicais. Agrupavam essas notas em tetracordes (sucessão de quatro sons). Combinando esses tetracordes de várias maneiras, os gregos criaram grupos de notas chamados modos. Os modos foram os predecessores das escalas diatônicas maiores e menores. Os pensadores gregos construíram teorias musicais mais elaboradas do que qualquer outro povo da Antiguidade. Pitágoras, um grego que viveu no século VI a.C., achava que a Música e a Matemática poderiam fornecer a chave para os segredos do mundo. Acreditava que os planetas produziam diferentes tonalidades harmônicas e que o próprio universo cantava. Essa crença demonstra a importância da música no culto grego, assim como na dança e nas tragédias.
            Roma - Os romanos copiaram teorias musicais e técnicas de execução dos gregos, mas também inventaram instrumentos novos como o trompete reto, a que chamavam de tuba. Usavam frequentemente o hydraulis, o primeiro órgão de tubos; o fluxo constante de ar nos tubos era mantido por meio de pressão de água.



FONTE:
http://www.edukbr.com.br/artemanhas/historiadamusica.asp

quinta-feira, 6 de março de 2014

Capa Para Trabalhos de Arte



Organizar uma capa para apostila, caderno ou para uma atividade de arte dá um pouco de trabalho e, principalmente quando queremos inserir algumas figuras para dar aquele toque personalizado. Pensando nisso, organizei umas figuras e fiz umas montagens bacanas. E em outros apenas acrescentei o nome Arte. Se alguma lhe agradar, sinta-se a vontade para fazer bom uso dela.
Fabiana G. Santos



















 
 Novas capas postadas em: 26 de janeiro de 2015



quarta-feira, 5 de março de 2014

A Arte na Nossa Vida



A arte é importante pra você?

            A arte está em nossa vida, embora na maioria das vezes não nos damos conta disso. Você pode pensar que não conhece arte, que não convive com objetos artísticos, mas estamos todos muito próximos dela. Ao acordar pela manhã e olhar o relógio para saber a hora, você tem o primeiro contato do dia com a arte. O relógio, qualquer que seja o seu modelo, passou por um processo de produção que exigiu planejamento. A roupa que vestimos, a caneta que utilizamos, os móveis que usamos são claro exemplo de como a arte se faz presente no nosso dia a dia.
            Por meio da arte é possível nos comunicarmos com o mundo, expressarmos nossos sentimentos e ideias. por isso a arte pode divertir e incomodar as pessoas. Ela pode nos fazer pensar em coisa que em geral não observamos, à primeira vista, no dia a dia.

Observe as imagens a seguir e responda às questões.

1 – Em quais imagens estão representadas cenas ou objetos que você conhece?



2 – Em sua opinião, quais imagens podem ser consideradas formas de arte?



3 – Cada obra de arte recebe um nome. Por exemplo, pintura ou escultura. Qual tipo de arte estas imagem apresentada representa?





  
 
            A arte pode ser usada como forma de protesto, para tornar produtos mais atraentes, na área da indústria e do comércio.
         Você já parou para analisar como seria o mundo sem música, sem dança, sem história e sem imagens?
            Já percebeu que é impossível excluir a arte de nossas vidas.



A arte e o dia a dia do homem

            As atividades do dia a dia do ser humano foram e sempre será uma forte fonte de inspiração para a criação de produções artísticas, seja na arte visual, dança, música ou teatro.


  
           Procure em jornais, revistas ou em outras fontes imagens de arte (pintura, escultura, fotografia) representando cenas do cotidiano. Cole-as em uma folha de papel sulfite com o tema “A arte e o cotidiano”, não se esqueça de colocar legendas nas imagens especificando a autoria.
 



Fonte:
http://www.gramadosite.com.br/cultura/artes/id:8482/search:hortensias
Textos adaptados:Projeto Radix, 6ºAno. Editora Scipione.

Renascimento Cultural

            O Renascimento Cultural foi um movimento que teve seu início na Itália no século XIV, e se estendeu por toda a Europa até o século XVI.
            As conquistas marítimas e o contato mercantil com a Ásia ampliaram o comércio e a diversificação dos produtos de consumo na Europa a partir do século XV. Com o aumento do comércio, principalmente com o Oriente, muitos comerciantes europeus fizeram riquezas e acumularam fortunas. Com isso, eles dispunham de condições financeiras para investir na produção artística de escultores, pintores, músicos, arquitetos, escritores, etc.
O homem é o centro do universo. Assim se pode resumir o pensamento que começou a se difundir entre os artistas que viviam na Itália entre os séculos XIV e XVI.
            Na Europa, muitas coisas já vinham se modificando: a Igreja, que até então tinha muito poder interferindo nas decisões políticas, se enfraquecia; com isso os imperadores passaram a ter mais poder. Surgiram novas cidades, a liberdade de comunicação, circulação de riquezas, progressos tecnológicos e a formação de grandes organizações comerciais e bancárias.
            A vida econômica se transformava. Tudo isso gerava novas ideias, a busca de soluções, a valorização do homem. Agora cabia ao homem descobrir, investigar, raciocinar, pois terminava o periodo em que a igreja pensava por todos e ameaçava com o castigo de Deus aqueles que ousassem pensar por conta própria.
            Essa valorização do homem fez renascer a arquitetura, a literatura, a filosofia, a música, a pintura, a escultura e ajudou a cria uma nova visão política.

Principais características da Pintura Renascentista:

  •   Perspectiva: arte de figura, no desenho ou pintura, as diversas distâncias e proporções que têm entre si os objetos vistos à distância, segundo os princípios da matemática e da geometria.
  •   Uso do claro-escuro: pintar algumas áreas iluminadas e outras na sombra, esse jogo de contrastes reforça a sugestão de volume dos corpos.
  •  Realismo: os artistas do Renascimento não veem mais o homem como simples observador do mundo que expressa a grandeza de Deus, mas como a expressão mais grandiosa do próprio Deus. E o mundo é pensado como uma realidade a ser compreendida cientificamente, e não apenas admirada.
  •   Inicia-se o uso da tela e da tinta à óleo.
Os principais pintores renascentistas: Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael e Botticelli.

Principais características da Arquitetura Renascentista:

  •   Ordens Arquitetônicas;
  •   Simetria;
  •   Arcos de Volta-Perfeita;
  •   Simplicidade na construção;
  •   A escultura e a pintura se desprendem da arquitetura e passam a ser autônomas;
  •   Construções; palácios, igrejas, vilas (casa de descanso fora da cidade), fortalezas (funções militares).

Exemplos na França, Paris: Igreja St. Etienne-du-Mont; Igreja St.-Eustache; Fontaine des Innocentes; Pont Neuf. Exemplos na Espanha: Hostal de San Marcos.


O principal arquiteto renascentista:

            Brunelleschi, é um exemplo de artista completo renascentista, pois foi pintor, escultor e arquiteto. Além de dominar conhecimentos de Matemática, Geometria e de ser grande conhecedor da poesia de Dante. Foi como construtor, porém, que realizou seus mais importantes trabalhos, entre eles a cúpula da Catedral de Florença e a Capela Pazzi.

Principais características Escultura renascentista:


  • Buscavam representar o homem tal como ele é na realidade
  • Proporção da figura mantendo a sua relação com a realidade
  • Profundidade e perspectiva
  • Estudo do corpo e do caráter humano

            Em meados do século XV, com a volta dos papas de Avinhão para Roma, esta adquire o seu prestígio. Protetores das artes, os papas deixam o Palácio de Latrão e passam a residir no Vaticano. Ali, grandes escultores se revelam, o maior dos quais é Michelângelo, que domina toda a escultura italiana do século XVI. Algumas obras: Moisés, Davi (4,10m) e Pietá.
            Outro grande escultor desse período foi Andrea del Verrochio. Trabalhou em ourivesaria e esse fato acabou influenciando sua escultura. Obra destacada: Davi em bronze (1,26 m).


     


Proposta de atividade

1) - Sobre o Renascimento, qual das alternativas a seguir é incorreta:
A - (     ) Com o aumento do comércio, principalmente com o Oriente, muitos comerciantes europeus fizeram riquezas e acumularam fortunas. Com isso, eles dispunham de condições financeiras para investir na produção artística de escultores, pintores, músicos, arquitetos, escritores, etc.
B - (     ) O homem é o centro do universo. Assim se pode resumir o pensamento que começou a se difundir entre os artistas que viviam na Itália entre os séculos XIV e XVI.
C - (     ) foi um movimento que teve seu início na Itália no século XIV, e se estendeu por toda a Europa até o século XVI.
D - (   x  ) Movimento cultural europeu, do século XVIII e parte do século XIX, que defende a retomada da arte antiga, especialmente greco-romana,

2) - Qual dos países abaixo é considerado o berço do Renascimento?
A (     ) França
B (  x   ) Itália
C (     ) Espanha
D (     ) Holanda

3) - O Renascimento foi um movimento da História em que ocorreram muitos progressos e incontáveis realizações no campo das artes, da literatura e das ciências, que  superaram a herança clássica.

Considerando o texto acima a respeito do Renascimento, julgue os itens em (C) para certos e (E) para errados:
A- (E) O texto diz que o Renascimento só contribuiu para o desenvolvimento humano no campo das artes.
B - (C) No Renascimento o ser humano se libertou dos fantasmas religiosos e teve a convicção de que também tinha valor.
C - (E) No Renascimento a arte deixou de ser anônima e se tornou individual, ou seja, ó um artista poderia realizá-la.
D - (C) A arte do Renascimento fez com que o observador a admirasse como um todo, ou seja, com um olhar geral sobre a obra.


4) - Na Itália Renascentista quem eram os mecenas?
A (     ) Governantes que atuavam como artistas, fazendo esculturas e pinturas.
B (     ) Pintores que ajudavam financeiramente os burgueses da época.
C (   x  ) Burgueses e governantes que protegiam e patrocinavam financeiramente os artistas renascentistas.
D (     ) Religiosos que perseguiam os artísticas que faziam obras de arte que criticavam os fundamentos da Igreja Católica.

5) - A arte renascentista, de uma forma geral, se caracterizou pela:
A (     ) representação abstrata do mundo.
B (     ) valorização estética dos afrescos da antiguidade egípcia.
C (    x ) aproximação entre arte-pesquisa-inovações técnicas.
D (     ) representação cubista da idéia de Deus.

6) - Quais os principais artistas do Renascimento?



7) - A Pietà é uma obra do período:
A - (     ) clássico romano
B - (     ) medieval
C - (   x  ) renascentista
D - (     ) barroco

8) - Sobre Leonardo da Vinci, é verdadeira afirmar que:
A- (     ) Foi o mais importante escultor e poeta do Renascimento Italiano.
B - (   x  ) Foi um importante pintor, escultor, cientista, estrategista, engenheiro, escritor e físico do Renascimento
C - (     ) Foi um importante governante italiano que patrocinou vários artistas e cientistas do período renascentista.
D - (     ) Foi um importante escultor e pintor italiano do Renascimento, cuja principal obra é Pietá.


9) - Pesquise e transcreva para seu caderno informações biográficas sobre um artista renascentista? Pesquise também por imagens de obra desse artista.





Fonte:
http://www.suapesquisa.com/renascimento/
http://www.girafamania.com.br/historia_arte/historia_arterenascentista.html