domingo, 22 de junho de 2014

Luz e Sombra



Dificilmente paramos para observar a sombra e luz na natureza, nos objetos ou nos seres. Ela é um elemento fundamental na pintura e aprender a observá-la através do exercício do desenho é uma parte importante do ensino de arte. Desenhos, pinturas, fotografias e outros objetos artísticos naturalmente em duas dimensões, necessitam de sombra e luz para passarem a ideia de volume, além da perspectiva.
Sombra e luz são os mais básicos elementos para darmos volume em desenhos.
O volume é em conjunto com a forma outro dos aspectos que distingue os objetos que nos rodeiam. Este depende da luz que recebe, e por consequência das sombras que este produz.
A definição correta do volume num objeto se consegue através da valorização exata das intensidades das suas sombras.

Podemos definir dois tipos de sombras, as próprias e as projetadas.
As sombras próprias são as que originam o objeto em si próprio e as projetadas são aquelas que ele produz nas superfícies vizinhas. Também se deve ter em consideração os reflexos produzidos pela luz, que projetam as superfícies ou objetos vizinhos já que estas aclaram a sombra própria.
O volume é o que distingue os objetos que nos rodeiam. Este depende da luz que recebe, e por consequência das sombras que este produz.

Podemos definir dois tipos de sombras:
·         as próprias
·         as projetadas.


 Atenção: Você sabe que os objetos ao seu redor são tridimensionais, porque você pode andar com eles, vê-los de todos os lados, e tocá-los. Tome um momento para olhar ao seu redor os objetos familiares. Tente descobrir porque você vê as suas reais formas tridimensionais. Olhe para os diferentes valores criados pela luz e sombras.


Sugestão de atividade
Atividade 1
Observe as figuras a seguir e localize a sombra própria, projetada e o brilho da luz.


 
Faça a mesma coisa com a figura do jarro.










 Atividade 2
Proponha aos alunos que façam desenhos de observação. Os desenhos podem ser feitos da observação de quaisquer imagens, a partir do real ou de fotografias. Podem ser figuras simples: por exemplo, a borracha, ou uma cadeira da sala de aula. Depois, os alunos devem preocupar-se com a luz e a sombra dos desenhos. Não é para colorir. Deve-se utilizar apenas lápis preto ou caneta esferográfica fazendo hachuras que - por vezes mais esparsas e por outras mais densas - dão o efeito claro-escuro.


Fonte:
http://www.oeducador.net/index.php/component/content/article/127-estudo-de-luz-e-sombra
http://www.grobsch.com.br/?p=1994
http://desenhetudo.blogspot.com.br/p/luz-e-sombra.html
http://www.tulipasdealgodao.com/sombra-e-luz/

Nenhum comentário:

Postar um comentário